Procedimento:04.04.01.037-7 - TRAQUEOSTOMIA
 
Grupo:4 - Procedimentos cirúrgicos
Sub-Grupo:4 - Cirurgia das vias aéreas superiores, da face, da cabeça e do pescoço
Forma de Organização:1 - Cirurgia das vias aéreas superiores e do pescoço
 
Competência:07/2019
 
Modalidade de atendimento:Hospitalar, Hospital Dia
Complexidade:Média Complexidade
Financiamento:Média e Alta Complexidade (MAC)
Sub-Tipo de Financiamento:
Instrumento de Registro:AIH (Proc. Principal)
Sexo:Indiferente/Ambos
Média de Permanência:2
Tempo de Permanência: 
Quantidade Máxima de execuções:1
Idade Mínima:0 meses
Idade Máxima:130 anos
Pontos:200
Atributos Complementares:Inclui valor da anestesia, Admite permanência à maior, Permite Informação de Equipe Cirúrgica
Valores:
Serviço Ambulatorial:R$ 0,00
Total Ambulatorial:R$ 0,00
Serviço Hospitalar:R$ 394,07
Serviço Profissional:R$ 160,66
Total Hospitalar:R$ 554,73

Clique sobre o icone   para obter detalhes.

CONSISTE NO PROCEDIMENTO CIRÚRGICO DE ABERTURA DE UM ORIFÍCIO ARTIFICIAL E COLOCAÇÃO DE UMA CÂNULA PARA POSSIBILITAR ACESSO À TRAQUEIA, NA ALTURA ENTRE O 2º E 3º ANÉIS, PERMITINDO UMA VENTILAÇÃO NAQUELES CASOS EM QUE A VENTILAÇÃO ESPONTÂNEA ESTÁ IMPOSSIBILITADA. ESSE PROCEDIMENTO DEVERÁ SER REGISTRADO COMO INSTRUMENTO DE REGISTRO AIH - PROC. PRINCIPAL - QUANDO NECESSITAR DE INTERNAÇÃO PARA SUA REALIZAÇÃO. A CÂNULA NÃO ESTÁ INCLUÍDA.CIRURGIA UTILIZADA TAMBÉM EM DIVERSAS SITUAÇÕES DE OBSTRUÇÃO BENÍGNA OU MALÍGNA OU QUE EXIGE USO DE VENTILAÇÃO MECÂNICA POR TEMPO INDETERMINADO. NESSA SITUAÇÃO NORMALAMENTE A PELE É SUTURADA ÀS PAREDES TRAQUEAIS E TEM CARÁTER DURADOURO/DEFINITIVO.