Procedimento:04.03.01.001-2 - CRANIOPLASTIA
 
Grupo:4 - Procedimentos cirúrgicos
Sub-Grupo:3 - Cirurgia do sistema nervoso central e periférico
Forma de Organização:1 - Trauma e anomalias do desenvolvimento
 
Competência:06/2020
 
Modalidade de atendimento:Hospitalar
Complexidade:Média Complexidade
Financiamento:Média e Alta Complexidade (MAC)
Sub-Tipo de Financiamento:
Instrumento de Registro:AIH (Proc. Principal)
Sexo:Indiferente/Ambos
Média de Permanência:3
Tempo de Permanência: 
Quantidade Máxima de execuções:1
Idade Mínima:0 meses
Idade Máxima:130 anos
Pontos:470
Atributos Complementares:Inclui valor da anestesia, Admite permanência à maior, Permite Informação de Equipe Cirúrgica
Valores:
Serviço Ambulatorial:R$0,00
Total Ambulatorial:R$0,00
Serviço Hospitalar:R$799,64
Serviço Profissional:R$522,48
Total Hospitalar:R$1.322,12

Clique sobre o icone   para obter detalhes.

CONSISTE NA REPARAÇÃO DE UM DEFEITO OU DEFORMIDADE DO CRANIO QUE RESULTA NUMA FALHA ÓSSEA, PODENDO SER PRIMÁRIO OU SECUNDÁRIO, SE O DEFEITO OU DEFORMIDADE FOREM SECUNDÁRIOS, A CRANIOPLASTIA PODE SER REALIZADA JÁ NO FINAL DE CRANIOTOMIA (CIRURGIA DO CRANIO), OU PODE SER REALIZADA COMO PROCEDIMENTO SEPARADO APÓS O EVENTO QUE PROVOCOU O DEFEITO OU FALHA ÓSSEA NO CRANIO, NESTE ULTIMO CASO HAVERÁ SEPARAÇÃO TEMPORAL. INÚMERAS CAUSAS PROMOVEM FALHAS ÓSSEAS DO CRANIO TAIS COMO DEFORMIDADES CRANIO-FACIAIS, TRAUMA, INFECÇÕES, TUMORES E CIRURGIA PRÉVIA. ||OBS: QUANDO IDENTIFICADO QUE ESTE PROCEDIMENTO DECORRE DE ATO DE VIOLÊNCIA CONTRA MULHER, RECOMENDA-SE O REGISTRO NO CAMPO DIAGNÓSTICO SECUNDÁRIO DA AIH DE UM OU MAIS CID RELACIONADOS PELA PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº331 DE 08/03//2016: R45.6,T74.1,T74.2,T74.8,X86,X89,X90,X93,X94,X95,X96,X97,X98,X99,Y01,Y02, Y03, Y04, Y05, Y07,Y08, Y09, Y56,W50

Parcerias: