Procedimento:03.03.02.003-2 - TRATAMENTO DE ANEMIA APLASTICA E OUTRAS ANEMIAS
 
Grupo:3 - Procedimentos clínicos
Sub-Grupo:3 - Tratamentos clínicos (outras especialidades)
Forma de Organização:2 - Tratamento de doenças do sangue, orgãos hematopoéticos e alguns transtornos imunitários
 
Competência:02/2021
 
Modalidade de atendimento:Hospitalar
Complexidade:Média Complexidade
Financiamento:Média e Alta Complexidade (MAC)
Sub-Tipo de Financiamento:
Instrumento de Registro:AIH (Proc. Principal)
Sexo:Indiferente/Ambos
Média de Permanência:6
Tempo de Permanência: 
Quantidade Máxima de execuções:1
Idade Mínima:0 meses
Idade Máxima:130 anos
Pontos:80
Atributos Complementares:Admite permanência à maior
Valores:
Serviço Ambulatorial:R$0,00
Total Ambulatorial:R$0,00
Serviço Hospitalar:R$373,76
Serviço Profissional:R$39,65
Total Hospitalar:R$413,41

Clique sobre o icone   para obter detalhes.

TRATAMENTO CLÍNICO QUE VISA SOLUCIONAR O PRINCIPAL PROBLEMA DA ASSISTÊNCIA HOSPITALAR DO PACIENTE COM O FOCO NA PATOLOGIA RESPONSÁVEL PELA INTERNAÇÃO INICIAL OU EM PATOLOGIA SUPERVENIENTE DE MAIOR GRAVIDADE OU COMPLEXIDADE QUE DETERMINAM OS CUIDADOS DE SAÚDE APROPRIADOS AO ATENDIMENTO AO PACIENTE EM CIRCUNSTÂNCIAS CLÍNICAS ESPECÍFICAS. NESTE CASO, A ANEMIA APLÁSTICA OU APLÁSICA É O RESULTADO DA DIMINUIÇÃO SIMULTÂNEA DO NÚMERO DE HEMÁCIAS E LEUCÓCITOS DO SANGUE OU PANCITOPENIA DECORRENTE DA DIMINUIÇÃO DA HEMATOPOIESE, OU SEJA, DO PROCESSO DE PRODUÇÃO DE CÉLULAS SANGUÍNEAS. ESSA DISFUNÇÃO PODE TER ORIGEM CONGÊNITA, IDENTIFICADA NO NASCIMENTO OU NOS PRIMEIROS MESES DE VIDA DO INDIVÍDUO, OU ORIGEM ADQUIRIDA, COMO USO DE ALGUNS TIPOS DE MEDICAMENTOS, DOENÇAS AUTOIMUNES, INFECÇÕES VIRAIS E EXPOSIÇÃO A SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS TÓXICAS COMO O BENZENO E DEFENSIVOS AGRÍCOLAS CONVENCIONAIS. INDIVÍDUOS ACOMETIDOS APRESENTAM SINTOMAS COMO FADIGA, FALTA DE AR, TAQUICARDIA E PALIDEZ, INFECÇÕES E HEMORRAGIAS.